16 de maio de 2010

Sabe aquele abraço forte, o mais forte de todos de hoje?
Aquele que de repente te peguei de surpresa e não soltei?

Foi mais que um abraço moço, ali encolhida em teus braços havia uma suplica para que ficasse comigo, para que esquecesse que o mundo o aguarda lá fora.

3 Comments:

Baaah said...

Aquele tipo de abraço que a gente se adequa ao temenho do outro só pra ficra mais entrelaçado, mais perfeito.*_*
O melhor é quando temos a quem dar 'esse' tipo de abraço.=)

Como vi quer era o mesmo post do outro blog, resolvi entãocomentar nessa enquanto está no comentário zero.
Vontade de dar uma moral como primeira.8)
hehe'

Carlos Howes said...

Esse é aquele tipo de abraço que a gente tem vontade de prolongar indefinidamente.

Gostei das palavras e do espaço.

Anônimo said...

intiresno muito, obrigado